elas; AS MOÇAS



alvejamento ou mais uma delas;
minhas moças 

catarina nasceu moça fina
filha de dr. isaías com dona luzia
estudou em colégio de freiras 
dominava quatro línguas 

mas era boa mesmo na física 

catarina tinha destino traçado certo 
era noiva prometida de olegário 
rapaz muito educado futuro promissor 
tudo ao gosto preferências de seu pai

faltava - lhe uma certa ginga malícia 

quartas sextas feriados fins de semana 
catarina exibia sua inocência  
o puro brilhante em sua mão esquerda  
lhe (im)posto com toda pompa e circunstância 

nem sempre aos seus olhos luzia

segundas terças às vezes quintas
se permitia ventania goles esquinas
cais porto moças alegres maravilha 
no palco subia status de messalina 

em dias de forte chuva 
catarina tira os sapatos corre pra rua

celebra seus pecados sorri sua menina